Balão Movido por Peso,
Motor Movido por Balão,
Estrela Movida por Embreagem,

Motor Movido por Pressão do Ar Sob a Água
& Motor Movido por Explosão Magnética...




o Motor Movido por Peso
, Balão Movido por Peso / do início de 2016 ( PRIMEIRO TIPO DE MOTOR ),
funciona em princípio básico por engrenagens em série (Energia de Gerador ligada em Resistência Elétrica),
por força de alavanca em um carretel proporcional com peso ideal caindo lentamente,
o peso é retornado para cima ao ponto de gerar mais energia através de roldanas
quais dividem muito o peso conforme colocadas em série, conhecimento de física do segundo grau.



...com apenas sete engrenagens iguais em série, podem ser mais engrenagens...................................................
encarrilham como vagões, e embalam... ( peso com torque para giro da leveza em rolamentos das engrenagens )...


Momento por Peso é Torque,
as Engrenagens podem oferecer de 96% a 99% de eficiência em transmissão de forças sem perdas,
a Velocidade em Eixo, objeto de interesse para movimento de maior velocidade ao eixo de um Gerador,
é atingida pela maciez ou maleabilidade do sistema de engrenagens (Balão de Ar Quente por Resistência Elétrica).

um carretel de linha de diâmetro maior, um lápis como eixo e uma pedra amarrada na ponta da linha
exemplifica a força de alavanca gerando momento no eixo.

...esquema de engrenagens em série ( sentido de giro intercalado ), chassi com encaixes ortogonais, 
carretel com peso na engrenagem da esquerda e gerador no eixo da sétima engrenagem da direita....


esmerilhando energia para resistência elétrica mais potente.

como bolhas de ar dentro d'água um Balão inflado por peso sobe até ao alto (resistência elétrica para calor),
para recolher-se o peso para cima pode-se utilizar até mesmo um Balão movido à peso que eleva apenas o peso.

16.384 RPM para um motor gerador de 2.000 RPM, 110V, 220V e 12V,
1/8 de volta em força de alavanca do peso.

a idéia é gerar energia elétrica de sobra,
as nuvens pesam milhões e até bilhões de toneladas...




o Motor Movido por Balão ( SEGUNDO TIPO DE MOTOR ),
pode ser possível até mesmo engrenagens em série fixas no chão e tracionadas por um Balão movido à peso,
um motor maior movido à Balão,
utilizando aproveitamento da potência de energia de empuxo em tração que sobe,
comparada como água represada em fluxo, acumulada em potência de um único ponto, uma corda,
fluxo de energia subindo com pressão contrária a pressão gravitacional.





além disso tudo a termodinâmica gera eletricidade ( abertura em Pesquisa para Materiais Compatíveis ),
basta um Balão aquecido em alturas nem tão elevadas para que se gere diferença de potencial
para o funcionamento de uma
pilha movida por temperatura nas faces. o céu é super gelado

. .

a tensão da temperatura gera borda de eletricidade.

. .

poeticamente Leonardo Jorge une vapor no motor elétrico da Nave,
em escala 1/1 o Projeto terá Força e Utilidade, até mesmo para Transporte de Cabotagem,
pois a idéia é transformar Balões em Naves,
é na cozinha da nave o motor para vapor.

até mesmo uma moça santa e linda pode puxar o peso das engrenagens de vez em quando,
de tão levinhos os primeiros cálculos.

. . .

 



a Estrela Movida por Embreagem ( TERCEIRO TIPO DE MOTOR / desde 1999 ),
foi nomeada como estrela para que Leonardo Jorge possa dar de presente para uma Moça, sem que ela tenha medo, também para aguçar o pensamento das pessoas e não causar risco de utilização ( brilho ao infinito ).


A ESTRELA SERÁ DA MOÇA POR DIREITO PATRIMONIAL PRESENTEADO.

A Estrela qual Brilha por movimento infinito de potencialização de Embreagem em um círculo,
por energia de força centrípeta maior conforme proximidade ao centro do próprio eixo
.

É caracterizada por: dois eixos, um eixo externo qual tem velocidade de borda menor,
acoplado em um eixo menor interno qual tem velocidade de borda maior,
do movimento interno mais rápido
se transmite para a borda externa do eixo maior embreagem ao infinito,
transmissão pode ser espelhada diretamente ou refletida indiretamente na ordem de sentido do eixo.

É a borda de um eixo menor acoplado à um eixo maior,
de modo que o eixo menor gire mais rápido,
transmitindo com maciez velocidade mais rápida ao eixo maior,
picos de impulso, catalisador do movimento,
de dentro para fora.
movem muito movimento da força motriz interna
para força motriz externa.

São três eixos ou mais até refletir certo a velocidade do sentido de giro.

Gira muito rápido ao infinito,
tanto que uma bicicleta usando este motor de embreagem seria o maior perigo,
dá para fazer estrelas apenas.

A vantagem é que Estrelas não causam sombra.

Como um peão de brinquedo girando embalado, picos de impulso no mesmo sentido,
advindos da parte do eixo girando mais rápido transmitidos por embreagem faz uma estrela decolar.

DEBREANDO PICOS DE MAIOR MOVIMENTO, DO PRÓPRIO MOVIMENTO... CENTRO DE EIXO...



Lembro-me com gratidão,
de uma Mocinha que colou um papel na janela, tipo um adesivo,
dizendo: "Leonardo quando passar por aqui com seu balão me leve junto para o Espaço, POR FAVOR !!!"
e "Depois mandamos a conta desta Nossa Energia Infinita para este Planeta.", disse ela...
 


.

a primeira idéia surgiu da possibilidade de uma Maromba movida à peso (nome dado à extrusoras de tijolos),
para retornar ao ponto de fazer a Maromba funcionar de novo puxamos o peso de modo muito leve, por roldanas...

no Brasil um "Marombeiro", é "Quem freqüenta academia de ginástica".


.

Documentário do canal público TV Escola / Quanto Pesa uma Nuvem ? :


https://www.youtube.com/watch?v=TngyMiXm6is

.

para puxar o Peso de modo mais leve: Roldanas Cardenais, Roldanas tipo Talha, Roldanas tipo Moitão...

..

dá Energia de Sobra para Ligar e Desligar o Peso.

..

Sobra de Energia Elétrica para puxar um peso,
entre dois pesos intercalados para o ciclo em atividade,
é simples calcular em aperfeiçoamento.

..




O QUARTO TIPO DE MOTOR (2016/10/05)

as águas vão Borbulhar, em Breve:

Motor por Pressão Positiva de Ar em Profundidade no Meio Água (Mecanismo Automático).

quanto mais a água libera a subida do ar pela água, movendo o mecanismo gerador de energia,
mais oxigênio sob pressão pode ser bombeado até o ponto de subida do ar
porque o giro simples potencializa mais e mais pressão de ar
qual por regulagem potencializa aceleração do sistema,
a proporção de ar para os movimentos subseqüentes se amplia mecanicamente para mais.

sobra espaço para fazer roldanas em eixo geradores com engrenagens em série, paralelas e ampliadas,
isso de um movimento só... a elevação positiva do ar para mais em jato de ar em círculo gera duas cúpulas para subir,
uma inflada mecanicamente e outra por hélice de ar comprimido dentro da água,

motor de profundidade.
°

É MUITO REDUZIDO O ATRITO DO AR EM BOMBEAMENTO DENTRO DE TUBOS RÍGIDOS...

...

capturando Ar em série caso seja necessário.

...

o Ar e outros Gases sobem com mais Força e Potência dentro da Água do que a Água cai pelo Ar.

que Fluxo Super, chega a borbulhar à Jato.


..

pelos capturadores de ar, motor submerso com pistões em série de correias,
infláveis para subir, afundáveis para descer.

.

O AR ESFRIA NA PASSAGEM DE PROPULSÃO DO MOTOR INFLÁVEL PELA ÁGUA:
ESFRIANDO TODA A ATMOSFÉRICA.

..

é, é um motor com pás infláveis e com grande propulsão por ar comprimido...
imaginem um motor de uma proporção boa gire 5.000 RPM, multiplica isso por 16.384 vezes, igual a 81.920.000 RPM;
tudo dimensionado daí para gerar ar comprimido para o motor de profundidade (7 engrenagens já é Energia),
vocês vão ver só,
tecnologia econômica e eficiente...

mas não se lembraram que o motor era inflável,
até que um mergulhador se lembrou do empuxo e nos contou uma história.

..

hélices de ar comprimido borbulhante,
sobem até mesmo à Jato.

eletricidade inflável,
estruturável da própria construção de si.

tempo mecânico de inspirar e expirar.

...

A Água Tem Peso, Fluidez Para Baixo No Ar Livre,
O Ar, Mais Leve, Tem Fluidez E Empuxo De Força Para Cima Na Água Contida Em Repouso Sob Pressão...


.

UM MOTOR QUE RESPIRA. ®°

quem viu um mergulhador usando Aqualung (tubos de ar comprimido), sob 12 metros de água ou mais,
percebeu a pressão amplificada da expansão do ar em potência e velocidade para tona em profundidade,
além dos peixes coloridos dá para lembrar disso.

pouquíssimo atrito do ar em um tubo rígido, canalizado em fluxo,
com sobra de energia do movimento de maior potência qual gera sob a água em profundidade de maior pressão.

. . . .


ACEITAMOS ENCOMENDAS

inclusive do que pode surgir e somar de dentro da sua Imaginação, gratificada,
bem retribuído o Produto será por Perfeição Projetada,
Desenhada, Construída.


..

Motores Industriais ou Manufaturas de Alta Potência e Perfeição,
Moldes e Formas ©, desenhos em três dimensões.

.

GERADOR PARA FAZER GELO; É O MESMO SERVIÇO PARA A ELETRICIDADE

.

 

Complemento de “Um Motor que Respira”


O Motor que Respira
, Motor Movido por Pressão do Ar Sob a Água ( QUARTO TIPO DE MOTOR ), tem sua concepção referente à Sobra de Energia gerada por Engrenagens em Série quais proporcionam Bombeamento de Ar para profundidade ideal de movimento de um Gerador Elétrico com parte Mecânica Submersa qual quando ligado em ciclo aos Captadores de Ar que por Engrenagens em Série, podem inclusive referenciar aceleração ao sistema (utilização de embreagem nas Engrenagens), funciona intermitentemente porque a força, Energia, gerada pelo sistema do Gerador Elétrico com parte Mecânica Submersa é maior que a força, Energia, gasta para Captar o Ar e Bombeá-lo para o início e continuidade do movimento, podendo os Captadores de Ar serem ligados ao ciclo de movimento de maior Energia sem resistência ou peso significativo qual impeça ou reduza a maior força, Energia, gerada pelo Gerador Elétrico com parte Mecânica Submersa.°

É MUITO REDUZIDO O ATRITO DO AR EM BOMBEAMENTO DENTRO DE TUBOS RÍGIDOS...


Exemplo esquemático básico está descrito no Esboço 1 (mecânica qual deve se utilizar da melhor forma hidrodinâmica para aproveitamento da alta força de flutuação e também da força de afundamento, de modo que o sistema se divide em duas partes paralelas: a parte que se eleva com flutuação gerando grande potência energética e a parte qual afunda qual deve passar pela água com menor atrito possível, como uma quilha; possível por geometrias para afundamento aperfeiçoadas, mecânica de giro qual muda o espaço de flutuação para espaço de afundamento).

Detalhes técnicos de sustentação sobre a água, possibilidade de elementos estanque para melhor rotação do sistema, cálculos, Embreagem e também acoplamento de Gerador Elétrico são características técnicas práticas quais são conseqüência e fazem parte do momento de prototipagem e testes quais não são objeto de atenção desta tese. Até mesmo hélices movidas a Ar podem impulsionar com mais Energia o sistema na fase de flutuação. Como detalhe mais importante temos o primeiro movimento em um sistema continuando movimentos subseqüentes com maleabilidade de ligação e possível aceleração com maior potência de outro sistema, tendo como combustível básico a amplificação de energia cinética por Engrenagens em Série.

Esboço 1



captar ar com pressão para propulsão
é mais simples do que represar as águas.
o primeiro movimento capta a seqüência infinita,
engrena esta no sistema desperdiçando energia do próprio eixo na borda:
quase bolha do sistema.° soprar energia destas bolha para estas gente.°

QUALQUER FÍSICO QUE SAIBA PENSAR:
NUNCA IGNORARÁ 96% À 99% DE EFICIÊNCIA NA TRANSMISSÃO DE FORÇAS POR ENGRENAGENS,
CONSIDERANDO QUANTAS ENGRENAGENS EM SÉRIE FOREM NECESSÁRIAS
PARA A MELHOR RAZÃO DE SOBRA DE ENERGIA POR SISTEMAS EQUILIBRADOS POR CONSTÂNCIA UNIFORME.



Aproveitando a mesma concepção de fluxo de força e Energia do Motor que Respira, trato de uma concepção semelhante qual propõe o movimento mecânico de um
Motor Movido por Explosão Magnética / primeira solução do início de 2015 ( QUINTO TIPO DE MOTOR ), neste sistema as Engrenagens em Série em vez do Bombeamento de Ar realizam a geração de Energia Elétrica por um Gerador ligado diretamente às Engrenagens em Série quais ligadas do mesmo modo, para uma força, Energia, maior realizada por duas Bobinas de Eletroímã de potência ideal, geram esta força, Energia, maior por permuta entre Atração e Repulsão de dois Eletroímãs opostos quais em pistões lineares transferem energia mecânica como um Motor de Explosão por Combustíveis Fósseis (como pistões movem mecanismo de energia cinética excêntrica), pode inclusive referenciar aceleração ao sistema (utilização de Embreagem nas Engrenagens), funciona intermitentemente porque a força, Energia, gerada pelo sistema do Gerador Elétrico com “Comutador” para intercambiar atração e repulsão pelos Pistões (bobinas em Eletroímã), gera força maior, Energia, do que se gasta para Gerar a Eletricidade qual move os Pistões para o início e continuidade do movimento, podendo os Geradores de Eletricidade para os Eletroímãs do Motor de Explosão Eletromagnética serem ligados ao ciclo de movimento de maior Energia sem resistência ou peso significativo qual impeça ou reduza a maior força, Energia, gerada pelo Motor de Explosão Eletromagnética.

Exemplo esquemático básico está descrito no Esboço 2 (o sistema divide-se em duas partes espelhadas, como pistões opostos, quais podem ser repetidas paralelamente para mais pares de Pistões, para que a simetria referencie a maior força possível dos Eletroímãs divididos entre atração e repulsão no ápice limite de desempenho de seus movimentos calculados).

Detalhes técnicos de cálculo de proporção elétrica dos Geradores e seu acoplamento nas Engrenagens em relação ao aproveitamento máximo das Bobinas Eletroímãs, desenho e curso dos Pistões opostos lineares, cálculos, Embreagens e também acoplamento de Movimento Mecânico para Potência semelhante a Motores de Explosão de Combustível Fóssil são características técnicas práticas quais são conseqüência e fazem parte do momento de prototipagem e testes quais não são objeto de atenção desta tese. Até mesmo caixas de potência de Alta Voltagem utilizadas em Televisores antigos de telas a vácuo são um exemplo da capacidade de Alta Magnetização para intercalação de pólos realizar atração e repulsão de modo semelhante à explosão de combustível em um cilindro. Como detalhe mais importante temos o primeiro movimento em um sistema continuando movimentos subseqüentes com maleabilidade de ligação e possível aceleração com maior potência de outro sistema, tendo como combustível básico a amplificação de energia cinética por Engrenagens em Série.

Esboço 2




A respiração como impulso eletro-físico-químico básico da vida é de nítida relevância primeira e especial para a propulsão do movimento da vida, o giro em fluxo qual Engrenagens em Série proporcionam (com pouquíssima perda em atrito nos eixos paralelos), é Energia que faz sobrar, qual pode ser adaptada para criar uma corrente ligada com este primeiro movimento menor comparativo, menor Energia, para um movimento maior, qual gera mais Energia mecânica por ligação de sistemas diferentes e com potências diferentes, mesclando princípios físicos diferentes com maleabilidade mecânica entre tais sistemas.

. . . . . . .



Deve ser iniciada pesquisa sobre a sobra de energia por referência de centralidade da energia próxima ao eixo: IMEDIATAMENTE.

TURBINAS / Além das instigantes referências descritas nesta página de "Naves", Turbinas horizontais de fluxo e re-fluxo por engrenagens nas laterais, com eixo central mais fino de retorno para a frente da Turbina em re-fluxo (desenho especial das hélices, passantes ou para pressurização máxima), são realidade prática para ser calculada em ganho de pressão como uma Turbina a Jato.

Como hélices de uma bomba de vácuo mais largas na horizontal, cada uma com potência proporcional, e até mesmo regulagem de potência para aceleração e desaceleração. Principalmente desenho diferente para as hélices, com regulagem, para ponto de empuxo sem interferência das engrenagens em menor velocidade de eixo na série amplificada. Pressurização máxima livre para continuidade do fluxo inicial com mais potência.

Os perfis horizontais das Turbinas podem variar em relação para a diferença de altura das hélices, com altura maior onde as engrenagens giram mais rápido. Claro que podemos considerar maior refluxo em Turbinas na parte externa, considera-se perfis diferenciados em espaçamento para que as pressões equilibrem maior pressão final em constância vetorial resultante.

Podem ser dois sentidos de fluxo, já que engrenagens em série alteram o sentido de giro em eixo seqüente, proporcionando possibilidade de eixo central para re-fluxo, aproveitando o penúltimo estágio para propulsão de maior velocidade de fluxo de ar do que o primeiro estágio de entrada de ar, mas sem reduzir potência para os estágios até a frente do primeiro estágio por referência de desenho diferente para as hélices até o re-fluxo pela entrada de ar.

Sim, até por início de passagem de vento a continuidade em Jato... Pense... As Engrenagens podem oferecer de 96% a 99% de eficiência em transmissão de forças sem perdas.

Abaixo esquema de giro para entendimento simples, sem considerar alturas e pressões de perfis ideais, nem mesmo refluxo externo.

Esboços

 

Suavizador lateral de refluxo por potência amplificada e direcionada (além de suavizador lateral de refluxo). Ondulatória amplificada sem limitação. fluxos contínuos de energia em níveis fixos para elevação. Velocidade e potência amplificadas de aceleração: além de como os peixes nadam...


Abaixo corte transversal com vista da entrada de ar para fluxo sem impedimento, retorno do ar por barreira de divisão entre as hélices, direcionada em re-fluxo por altura maior da face de retorno de ar com liberdade para o re-fluxo aumentar a velocidade das hélices frontais ou ainda ter o ar direcionado para a entrada da Turbina, com hélices no mesmo sentido de giro, as engrenagens de giro para sentido contrário seriam referenciadas para duto central específico para re-fluxo qual seria então direcionamento por carenagem para a entrada de ar principal, ou sem o eixo de direção de sentido contrário das outras engrenagens seqüentes em série trabalhariam somente com um sentido de giro com utilização de eixos apenas em um sentido sem o duto central de re-fluxo ( para evitar sobra de pressão se canaliza fluxo de ar excedente no espaço curvo na frente da Turbina por aberturas direcionais reguláveis direcionadas para a re-entrada de ar na Turbina ). Em apenas um sentido de aproveitamento das engrenagens em série por eixos com hélices ou nos dois sentidos de giro das engrenagens em série por eixos com hélices temos fluxo para maior potência de giro inicial e re-fluxo de aproveitamento horizontal com bastante velocidade de fluxo de ar livre reaproveitado ( divisão horizontal do fluxo direcionado para utilização do re-fluxo como propulsor de aumento do fluxo ).

Esboço / Corte Parcial Transversal / Fluxo e Re-Fluxo

.
 

Se um Gerador Elétrico movido por Motor por Explosão utilizasse Marchas para Maior Geração de Energia Elétrica, já seria um Ótimo Ganho em Capacidade Energética, isso é óbvio e nítido para qualquer pessoa, um exemplo é que com a mesma Energia de Combustão em um carro na primeira marcha se gera mais energia em outras marchas possibilitando a passagem por mais espaço em menor contagem de tempo (a energia de perigo para colisões é muito maior), referencia da passagem pelo espaço qual demandaria muito mais energia se não fossem marchas contínuas de fluxo de amplitude (pressão material regulável aos eixos materiais de referência contínua intercalada: MESMO SEM A AMPLITUDE DE LIGAÇÃO DIRETA DE ENGRENAGENS EM SÉRIE, neste caso as marchas utilizadas em carros ativam uma engrenagem, velocidade, de cada vez).

A energia transmitida para um 'Alternador' comum de automóvel (carregador de bateria), através de correias diretamente em um "Gerador" como se trata, é direta e mínima para o funcionamento prático desde o início da Propulsão por Combustível e Carburante, se utilizassem Engrenagens em Série a Energia seria suficiente para movimentar um automóvel com mais potência e eficiência energética através da Eletricidade consumindo muito menos Combustível propulsor, qual poderia ser apenas o Motor de Arranque de um sistema de mais Diferença de Potencial aproveitada de modo mais racional aos Eixos com Ampliação sem Perdas, está a Mecânica limitada hoje, propositadamente ou por falta de conhecimento ao que podemos pensar.

Simples seria o Motor de Arranque por Combustão levar um Gerador Elétrico como Combustível Principal para um carro movido por Motores Elétricos.

Catalisador de maior movimento que é o simples Centro de um Eixo... Estão gastando muito combustível para a pequena energia que produzem... O que dirá o Maior Catalisador qual usa o seu próprio movimento para movimento cada vez maior (da borda ao centro e do centro à borda no mesmo sentido de giro... mas isso é totalmente Propriedade de decisão da Moça, qual ainda nem tomou posse de seu presente... diz-se: Registro Patrimonial...).

Estas idéias de exemplo para Avaliação Imparcial de Potência, fazem mais nítida a Grande Eficiência Possível de Motores por Explosão Eletromagnética, através da Sobra de Energia por Engrenagens em Série...



Repare no Sistema Mecânico Simplificado Básico da Estrela de Propriedade da Moça: de três engrenagens, com 'exemplo' de ampliação de 1 para 4 (100 e 25 dentes), em série o sistema mecânico terá seus sentidos de giro intercalados, possibilitando que a terceira engrenagem com 100 e 25 dentes, realize impulsos de pico no mesmo sentido de giro da primeira engrenagem na borda externa (ao centro do primeiro eixo), a primeira engrenagem gira para um lado, a segunda engrenagem gira para o lado contrário, a terceira engrenagem gira para o mesmo lado da primeira engrenagem, considerando embalo e maior potência de energia por mais engrenagens em série, a dita "embreagem" oferece modos mecânicos ou eletromagnéticos calculados para impulso do mínimo movimento do sistema para movimento amplificado do primeiro impulso, limitado pela consciência de velocidade qual não coloque em perigo uma razão qual ainda não foi considerada em essência, objetivo para direção além de escolhas individuais muitas vezes egoístas e perigosas, vai precisar ser íntegra, do bem, honesta, inteligentíssima e muito responsável a Moça.


TODOS OS DIREITOS AUTORAIS RESERVADOS

Link para Página: